A Coleção Vaga-Lume

Vagalume_VAGAVagalume_SérieA Série Vaga-Lume é uma coleção de livros lançada pela Editora ÁTICA a partir de 1972 e que ficou ainda mais famosa nos anos 80. As obras são principalmente voltadas para um público infanto-juvenil e ao longo do tempo teve algumas alterações no seu formato, mas, são inesqueciveis suas capas clássicas e suas imagens, onde os objetos ou pessoas ficam para fora do quadro tanto na capa e também no miolo.

Clique aqui para ver os livros da coleção

Clique aqui para ver os livros da coleção

Escolhida em muitas escolas, sem esquecer que possui um suplemento de trabalho com várias atividades para o leitor. Os livros são de diversos autores, mas os mais populares foram Marcos Rey, Orígenes Lessa, Lúcia Machado de Almeida e Luiz Puntel.

Coleção infantojuvenil já vendeu 7,5 milhões de exemplares e é uma das grandes referências do país para despertar o gosto pela leitura nos jovens e adolescentes


HISTÓRIA
:

Vagalume_A-ilha-perdidaA Vaga-Lume surgiu num momento em que as crianças eram apresentadas à literatura por meio dos clássicos. Na reforma educacional de 1971, quando o ensino obrigatório se estendeu até a 8.ª série, o número de alunos aumentou. Além disso, foi incluída na Lei de Diretrizes e Bases uma cláusula que recomendava a preferência pela adoção de obras nacionais. E, nesse momento, as escolas já pediam obras contemporâneas. A editora não perdeu tempo. A proximidade com os professores, que liam os livros antes de serem impressos e os testavam com seus alunos, foi um importante passo para o sucesso imediato, comenta Jiro Takahashi, o nome por trás da Vaga-Lume.

vagalumeAs tiragens eram enormes – de cerca de 80 mil exemplares, que se esgotavam em menos de um ano. Takahashi destaca, ainda, os bons autores e o suplemento de trabalho que acompanhava as edições – hoje corriqueiro – como diferenciais. Na nova configuração, o suplemento será online. Afinal, a ideia é perder a cara de obra paradidática e ganhar as livrarias.

 

RELANÇAMENTO:

PrintA Editora Ática acaba de relançar 10 livros emblemáticos do acervo, que começou a ser composto nos anos 1970 e já conta com mais de 70 títulos. Eles chegam com novas capas, que usam as ilustrações originais como detalhes, e mancha de texto mais confortável para leitura. Também foram retiradas as ilustrações internas que eventualmente serviam como spoilers. Já os textos não tiveram modificações.

FILMES baseados na Coleção:

O Escaravelho do Diabo - Foto de divulgação do filme

O Escaravelho do Diabo – Foto de divulgação do filme

O Escaravelho do Diabo, de Lúcia Machado de Almeida, saiu das estantes diretamente para as telas de cinema. A obra teve direção de Carlos Milani. O filme já tem até um site: www.oescaravelhododiabo.com.br
E “O Escaravelho do Diabo” não é o único. O Mistério do Cinco Estrelas (1981), O Rapto do Garoto de Ouro (1982) e Um Cadáver Ouve Rádio (1983), todos de Marcos Rey, tiveram seus direitos adquiridos pela produtora RT Features, e começaram a ser filmados no final de 2013.

 

Bastidores do filme “Escaravelho do Diabo”:


LINKS:

Comments
  1. Raphael Gomide Raphael Gomide | Responder
  2. Tatyana França | Responder
    • Raphael Gomide Raphael Gomide |
  3. Fernanda | Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *