Plunct Plact Zuuum

por Pedro Aguiar

plunct01Dizer que a montagem do musical “Plunct Plact Zuuum” nos transporta de volta para a infância pode ser um clichê. Mas como fugir do clichê quando ele reflete a realidade? Sim, sentar na poltrona e assistir à hora e meia do espetáculo é mesmo uma viagem no tempo, completamente diferente de ouvir o disquinho em casa. A equipe do Infância80 foi lá e, quando o Carimbador Maluco pulou no palco para cantar a música-tema, ficamos arrepiados.


plunct02A peça, que está em cartaz desde setembro do ano passado, é baseada na história do “Plunct Plact Zuuum 2”, que foi ao ar em 1984, e lida com o problema da separação dos pais do ponto de vista dos filhos. O protagonista, Gabriel, enfrenta o divórcio de seu pai e sua mãe com medo de acabar se afastando dos dois, mas é consolado pelos amigos Pedro, Érica e Maria. Eles falam da adaptação aos respectivos padrastos e madrastas e até tentam apontar as vantagens da vida pós-divórcio, como o maior número de mesadas recebidas pelos filhos.

A peça não é simplesmente “teatro cantado”: integra, com qualidade e inteligência, multimídia e alegorias (elaboradas por Joãosinho Trinta). Além de bonecos manipuláveis de três metros de altura, um telão exibe vídeos e desenhos animados enquanto as músicas são interpretadas, sem exagero estético.


plunct03As canções, que estavam nos espetáculos originais dirigidos por Augusto César Vannucci, são de compositores “oitentistas” como Raul Seixas e Eduardo Dusek. O ponto alto é a execução de “Brincar de Viver”, que no programa de TV era interpretada por Maria Bethania. A atriz Izabella Bicalho é quem canta, e confessa: “Foi uma honra receber essa música”. A direção musical é de André Protásio.

O elenco é montado com apenas cinco adultos e a direção fez questão de que os papéis infantis fossem interpretados por crianças, mesmo. Todas pertencentes à “infância 90”. O protagonista Bernardo Marinho, foi substituído por Caio Baldini durante o período em que esteve na novela das sete (Desejos de Mulher) interpretando o filho de Glória Pires. Outros atores da peça são Nathalia França (a Carol de “Coração de Estudante”) e Fabio Lago.

Além do bom equilíbrio entre música, texto e efeitos cenográficos, um dos maiores méritos da versão teatralizada de “Plunct Plact Zuuum” é o respeito à inteligência da criança. As coreografias poderiam ser idiotizadas, mas não são. Criadas por Caio Nunes e Renata Mounier, elas compõem o clima e ajudam na narrativa. O texto poderia estar entupido de gírias e termos pretensamente jovens, que soariam falsos. Mas não está. A peça foi pensada como um musical realmente infantil, não infanto-juvenil como a maioria, e isso ajuda a explicar o seu sucesso. Ainda assim, conversando com o elenco infantil da peça, a equipe do Infância80 pôde constatar como o nível de exigência e informação das crianças de hoje em dia se alterou.

A distância que separa as gerações até assusta. Perguntamos se elas sentem falta de produção voltada especificamente para crianças atualmente: nem tanto. E se já tinham conhecido ou pelo menos ouvido as canções do musical em casa, ou com algum irmão mais velho: nunca.


plunct04O diretor da peça é Fabiano Augusto Thomas Vannucci, filho de Augusto César, que inclusive era criança em 1983 e participou do “Plunct Plact Zuuum” original. Na época, o musical da TV ganhou o prêmio Emmy, o mais importante da televisão internacional.

Fabiano contou para o Infância80 que tem um desejo, ainda que não planejado, de montar em teatro todos os musicais que o pai dirigiu na década de 80 e que marcaram a nossa geração. Os próximos que ele pretende fazer são “Turma do Pererê” e “Arca de Noé”, com músicas de Vinícius de Morais. O “Casa de Brinquedos”, de Toquinho, já foi montado pelo próprio compositor em São Paulo.

E não é surpresa que, além de nós, seja muito grande o número de pessoas que eram crianças naquela época e, hoje crescidas, vão assistir ao musical para matar as saudades. Mesmo sem levar crianças (que poderiam até servir de álibi). O diretor Fabiano observou que muitos desses “crescidos” ficam com os olhos cheios d’água na platéia. Quando o espetáculo termina, nós entendemos por quê.


O musical “Plunct Plact Zuuum” esteve em cartaz em 2002, no Teatro Clara Nunes, Shopping da Gávea, Rio de Janeiro – RJ. Na época o Infância80 fez uma parceria com o espetáculo e os nossos visitantes assistiam à peça com desconto. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *