Angel, a Menina das Flores

por Marcelo Albuquerque

AngelANGEL ( Hanna no Ko Lun Lun, a Menina das Flores)
Produção: Toei Doga – Ano: 1979
Autor: Shiro Jimbo
Músicas: Tsutsui Hiroshi
Direção: Hiroshi Shidara

A série , ou o Anime, teve 56 episódios e foi produzida no ano de 1979 com o título de “Hanna no Ko Lun Lun” ( Lun Lun, a menina das Flores). Foi ao ar pela primeira vez no Japão em 9 de fevereiro deste mesmo ano. No Brasil foi exibido no SBT, mais ou menos em 1983, e posteriormente reprisado na atual CNT.

História: A adolescente Angel leva uma vida tipicamente normal até descobrir que é descendente e representante do místico povo da Estrela Floral, cuja Flor das Setes Cores garante a sobrevivência. Portanto é inevitável que se encontre-a. A protagonista se sente obrigada a abandonar o lar, em que vivia com os avós, e partir pelo mundo afim de cumprir o que lhe foi designado. Antes, ela recebe um presente: um broche mágico, que transforma sua roupa em qualquer traje ao ser apontado para uma flor.

Angel
Sua companhia para essa missão são um Cão e uma Gata falantes, WADO e KATY, que na verdade são espíritos designados a ajuda-la . Estes se revelariam no último capítulo, assim como FELIPE, um galante andarilho que sempre socorria Angel nos momentos de apuro, e que na verdade era filho do Rei da Estrela Floral.

…” VENTOS UIVANTES !!! “
AngelE se por um lado ela é protegida , por outro a Cruel MALÍCIA, tenta fazer de tudo para conseguir antes a Flor. Como toda vilã que se preza ela tem sempre uma carta na manga, e ao falar a frase citada acima, as forças da natureza clamam em seu favor e na mesma hora inicia-se uma forte ventania, que as vezes se torna um furacão, levando tudo que estiver pela frente. Seu capacho: IVAN, uma espécie de esquilo ou marmota, está sempre a seguir suas ordens atrapalhando o caminho de Angel.

Curiosidades: O último capítulo começa com Angel voltando para casa, após saber que seu avô está muito doente. A revelação surpreendente vem a tona: depois de passar os 55 capítulos viajando pelo mundo, (pasmem) descobre que a flor está, nada mais nada menos, que no seu próprio jardim. Vai então para a cerimônia na Estrela Floral, onde é saudada pelo povo e até pelos vilões, já regenerados.